Arquivo

Posts Tagged ‘pessoas’

inutilia truncat

agosto 12, 2009 1 comentário

Agora não me lembro mais se comentei isso neste blog… posso já ter feito isso, mas se já fiz, vale a pena repostar.

Inutilia truncat é aquela expressãozinha que ouvi pela primeira vez no colegial, na voz do meu professor de Literatura Portuguesa. Significa basicamente “livre-se do supérfluo”.
Obviamente, isto não serve apenas para lembrar quando se está fazendo aquela faxina nas gavetas, mas principalmente na maior parte do seu dia-a-dia, vai desde a época de escola, faculdade, valendo também para família e trabalho. Te garanto que tudo fica mais light.

Vira e mexe, eu ouço “é, é complicado”. Essa é a terminação preferida de quem já sabe a resposta para o problema mas como envolve problemas sociais no momento em que está falando, seja pela presença de pessoas, seja pela própria presença, a pessoa não pode falar algo tão direto, que por uma educação trágica da nossa sociedade de aparências e contatos, acaba falando “é, bom, é complicado”.

“NÃO É COMPLICADO. NÃO PRECISA SER”.

Se você realmente precisa dizer algo (mas aquele algo tem que gerar um progresso ou um benefício), diga. Porque no final, quem sofre, no mínimo, é você. Stress, insônia, raiva, angústia, câncer, frustração… entendeu? Só gera coisa ruim.

Não deixe que besteiras ou pessoas “encostos”, “parasitas” fiquem no seu caminho. Pense, veja realmente se aquilo ou alguém vai fazer um bem maior… caso contrário, inutilia truncat.

De forma alguma, estou dizendo para ser curto e grosso ou não consumir mais nada. O respeito prevalece, se houver a necessidade de falar alto para dar um “shut” na pessoa, fale algo para deixar a pessoa sem rumo e ponto final. Se vc realmente precisar comprar algo, gastar ou armazenar, faça com senso e sem dramas.

Cerque-se de pessoas competentes, interessadas e respeitosas. Compre ou conserve o que realmente vai lhe fazer bem.

É simples, sim. Pode tentar, faz muito bem.

Put yourself up

fevereiro 19, 2009 Deixe um comentário

Tem aquela música que a Diana Krall interpreta:

“… Don’t lose your confidence if you slip
Be grateful for a pleasant trip
Then put yourself up
Dust yourself off
And start all over again”

O que mais estamos vendo estes dias é a palavra “demissão”, “desemprego”, etc.
Mas é uma boa hora para refletir (rápido) e arrumar o que está errado em sua vida… talvez seguir outro rumo, talvez focar em outra coisa. É o único momento que vc tem para realmente reiniciar as coisas, assim, zerado. É arriscar.

Mas mesmo que vc esteja empregado e queira dar um novo rumo, reinicie também, nada é complicado, só fica complicado pq vc começa a pensar nos problemas. Tudo é muito fácil, tudo pode ser bem direto, bem objetivo, basta focar e seguir em frente. Não te garanto que depois disso, vc seja amigo de todos. Quando se quer agradar a todos integralmente, vc PODE não fazer todas as suas tarefas do jeito que vc queria.
Mas vai de outras pessoas ao redor compreender esse seu esforço voltado para tarefas ou para pessoas.
Não existe uma pessoa no mundo que seja 100% um ou outro, impossível, elas ficariam miseráveis financeiramente ou miseráveis sentimentalmente, todas estas levando a uma morte.

Put yourself up, dust yourself off and start all over again. É isso aí.

%d blogueiros gostam disto: