Arquivo

Posts Tagged ‘twitter’

Nova forma para o Twitter

setembro 14, 2010 Deixe um comentário
Categorias:advertising/mkt, tech Tags:

Eu te sigo, você me segue

agosto 23, 2010 Deixe um comentário

Luciano Huck
Upload feito originalmente por
Unomarketing Comunicação Consciente

Agora que uma grande parcela da população sabe o que é o Twitter e muitas empresas possuem contas e contas para suas marcas ou produtos, houve uma grande explosão em saber ou divulgar quantos seguidores cada um possui. Está certo, virou uma moeda ou questão de status mesmo.

Então você já imaginou se o Luciano Huck estivesse seguindo aquela política do eu te sigo e você me segue? Sua timeline do Twitter estaria tresloucadamente atualizando bilhões de tweets por segundo. Graças a deus, para o bem dele, ele só segue quem interessa a ele, e provavelmente, ele se comunica com estas pessoas. O mesmo ocorre com Marcelo Tas, Eike Batista, Pedro Bial, a Volkswagen do Brasil, o Estadão, CNN, Microsoft e muitas outras personalidades e empresas. Eles seguem quem a eles interessam, estrategicamente ou não. Até mesmo Ashton Kutcher, que fez uma aposta alucinada com a CNN, disputando o maior número de seguidores no Twitter, usou de tudo, menos seguir meio mundo.

Querendo ou não, quando você inicia sua participação no Twitter, quando você ainda está conhecendo as regras e a dinâmica, você pode até se sentir culpado se aquele seu colega o segue, e você não o está seguindo, então automaticamente, você acaba seguindo este colega também, mesmo sabendo que que seus tweets podem não acrescentar nada em sua vida.

Mas de um bom tempo pra cá, muitas empresas começaram a seguir todos que encontravam pela frente, justamente se baseando no “eu te sigo, você ´ingenuamente´ me segue também”. Não vou apontar exemplos, mas faça o teste, pense em 10 empresas que estão oficialmente no Twitter e então veja a proporção de seguidos e seguidores de cada perfil. Talvez você tenha se deparado com uma empresa exibindo, por exemplo, 8000 seguidores, mas seguindo 6000? 7000? 8000? E vou falar uma coisa, seguir e não se relacionar ou não ter o menor interesse em seu conteúdo é se queimar na própria fogueira, pelo menos aos olhos de quem entende um pouco do assunto.

Tem coisas piores? Acredite, tem. Existem scripts, códigos e muitos artifícios para conquistar vários seguidores por dia. E o que acontece? O número de seguidores pode se elevar de forma absurda, mas em troca, você também ganha uma elevação no número de pessoas que você segue, tweets automáticos, divulgando que você está usando tal artifício, aparecem em sua timeline, você corre o risco do Twitter retirar sua conta por violar as regras e você será tão bem visto por alguns profissionais da área da mesma forma que apreciamos a propaganda política do Tiririca.

Minha sugestão é: não tenha pressa, não se afobe. As pessoas chegarão em você, tudo depende do seu conteúdo, de sua interação e do que ocorre em seu mundo externo. Às vezes, as pessoas até se interessam pelo que você fala ou falou em algum momento, mas não o seguem, preferem deixá-lo em suas listas, um outro excelente recurso que o Twitter oferece a qualquer conta.

Vivo está viva, a Oi está morta

março 13, 2010 2 comentários

Quem me conhece ou acompanha meus tweets (@mtmzk), Facebook (Marina Mizi) ou blog, pôde ver meu drama com a operadora Oi, com quem tive uma conta por poucos meses, no plano Oi à vontade. Nunca vinha o valor certo, por causa de uma falha de não cadastrarem meu plano de dados.

Saí deles e fui pra Vivo. Minha zica me acompanhou, pois tb não tinham registrado meu plano de dados que havia contratado (e olha que tava em contrato e tudo mais, hein).
O fato é que cobraram dados avulsos e acabaram bloqueando meu celu, quando fui ver qual era o problema, vi que tava rolando tudo isso, ainda no primeiro mês.
Me cobraram 960 pilas! Sem brincadeira!
Fiz uma busca pra ver se encontrava o presidente da Vivo (Roberto Lima) na Internet, por sorte, ele se expõe (ao contrário do Presidente da Oi, o sr. Luiz Eduardo Falco) e acabei o encontrando via Twitter e depois busquei o e-mail dele.
Enviei mensagem ao Roberto Lima, explicando todo o caso e pedindo uma solução.
Sorte a minha que ele me ouviu e tive toda aquela confusão solucionada.

Ambas as operadoras possuem representação oficial via Twitter.
A Vivo (@vivoemrede) acompanha e responde aos tweets, BEM DIFERENTE DO QUE OCORRE COM a Oi (@digaoi).

McMentira do McDonald´s

março 2, 2010 Deixe um comentário

A partir do momento que eles lançam algo assim, tem que fazer direitinho. É o que aprendemos, pelo menos.

O McDonald´s vira e mexe tem essa promoção (que eles disparam direto pro nosso e-mail) do Sundae de graça , caso você compre uma McOferta média ou grande pela McEntrega.

McMentira.

Fiz meu pedido ontem (01/03/2010) pelo McEntrega e não ganhei.

Se você tentar se comunicar com o Twitter (@MCDonaldsBrasil), não obterá resposta… não deve ser oficial. E o engraçado é que o Twitter oficial americano responde, mas eles não podem fazer nada, já que é o brazuca que tá pisando na bola.

Entrar em contato com eles por telefone? Cruzes, não tenho a menor paciência com atendentes incompetentes, a Oi (daquele maluco do Luiz Eduardo Falco) conseguiu me deixar traumatizada com isso um tempo atrás.

McVergonha, hein, McDonald´s?!

mcmentira

McMentira

Mídias sociais. O que tenho a ver com elas?

novembro 18, 2009 Deixe um comentário


Afraid of shadow

Upload feito originalmente por fusionfan

“O que diabos eu vou escrever no Twitter?”
Se eu ganhasse dinheiro por cada vez que ouço isso, estaria milionária.

Talvez seja insegurança, imagino. Mas as pessoas não precisam se preocupar, não há necessidade alguma de se sentirem pressionadas.

Não é que a partir do momento que você começa a tuitar, que todo o mundo vai parar para olhar. Na verdade, as pessoas só olharão quando você começar a dizer algo que as interessem, se elas ainda os acharem. É como uma conta de e-mail, como um blog. Você pode se identificar com outro nome, por um apelido. Não há a necessidade de expôr sua vida, seus hábitos. Você pode falar sobre assuntos específicos ou diversos. Existem identidades falando sobre marketig esportivo, empreendedorismo, receitas, notícias em geral. Tem tantos e tantos exemplos super interessantes de uso do Twitter.

Aqui estão alguns:
@raemp (agência Rae,MP)
@trampos (para anunciantes e interessados em vagas em agências)
@portal_exame (notícias rápidas da Revista Exame)
@novo_submarino (ofertas e promoções do site Submarino)
@CBF_Futebol (oficial da CBF)

Existem também os mais informais e que acabam descontraindo as pessoas durante o dia:

@ocriador (“Deus” falando de uma forma bem-humorada)
@shitmydadsays (rapaz americano de 29 anos que mora com os pais e tuita todas as besteiras que o pai dele – que não o aguenta mais em casa – fala)

A questão sempre foi e será a mesma, o conteúdo é rei. Isso é válido para todas as redes sociais, para qualquer veículo, para qualquer pessoa.
E ei, estamos em um país livre. Escreva sobre o que tiver vontade.
Twitter, Facebook, Orkut, entre outros, não importa a rede social, se quiser fazer algo interessante, estude os modelos existentes e suas práticas.

“E para as empresas, e para o meu negócio?”

Algumas empresas estão tomando proveito disso muito bem, afinal todo assunto ou tendência é facilmente rastreável nas redes sociais.

Diariamente, temos infinitos concursos, campanhas envolvendo promoções que rolam soltos no Twitter, por exemplo. As estratégias e ferramentas sempre variam, mas o objetivo ainda é aquele conhecido (elevação do share of mind e share of market). No entanto, o que pouquíssimas empresas estão dando conta é de estreitar cada vez mais este laço entre eles e seus clientes através das redes sociais. Às vezes, as empresas se perdem neste mar de seguidores, de pessoas em suas comunidades, seus fãs, perdendo o controle da coisa mais importante que não é apenas estar presente no dia a dia delas, mas também participar, escutá-las, resolver seus possíveis problemas.

É difícil mesmo, por isso que os “novos profissionais” de mídias sociais sempre trabalham em conjunto com toda a equipe de comunicação e desenvolvimento. A eles são confiadas estas atividades que geralmente o CEO da empresa não daria conta. É muita pesquisa, estratégia, relatórios e responsabilidade sobre a visualização de retorno lá na frente. Exatamente a mesma pressão em relação a outros profissionais da empresa ou agência.

De qualquer forma, chegamos na impossibilidade da privacidade integral. Não é porque você está fora das redes sociais, que você conseguirá se desviar das críticas, das opiniões e tudo mais. As redes sociais estão aí para atuarem como melhores tradutores de nós mesmos aos outros, com certeza nos colocando à prova cada vez mais ao olhar alheio, e nos permitindo melhor atendimento, serviços e compreensão.

Shopping center nas redes sociais

agosto 20, 2009 Deixe um comentário


Shopping Aricanduva

Upload feito originalmente por Shopping Aricanduva

É difícil ver um shopping representado oficialmente em redes sociais.
Mas o Shopping Aricanduva agora está com fotos oficiais em sua conta no Flickr, além de comunidades e perfis no Orkut e Facebook.

E sim, eles também estão no Twitter.

Não poderia haver canal de comunicação melhor que as redes sociais, pois se trata de algo direto e conveniente.
Muito bom mesmo.

EBP 2009

agosto 8, 2009 Deixe um comentário

Amanhã, sabadão, acordar cedo, espero não pegar trânsito e chegar feliz no EBP 2009 (Encontro de Blogueiros Publicitários), que desta vez será na FAAP.
Vou ver se confiro a stand da Olympus, que tá com uma ação bacana que rolou esta semana no Twitter.
Presença marcante da Drimio também… e é claro, do Marcelo Tas.

Parece que será um dia legal, vamos ver.

%d blogueiros gostam disto: